Sindrome do crente vacilante: Tomé, Judas Iscariotes e Pedro:O Que Eles Têm Haver Conosco?

“Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus.
Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei.”
(João 20:24,25)

“Tendo, pois, Judas recebido a coorte e oficiais dos principais sacerdotes e fariseus, veio para ali com lanternas, e archotes e armas.
Sabendo, pois, Jesus todas as coisas que sobre ele haviam de vir, adiantou-se, e disse-lhes: A quem buscais?
Responderam-lhe: A Jesus Nazareno. Disse-lhes Jesus: Sou eu. E Judas, que o traía, estava com eles.”
(João 18:3-5)
“E Simão Pedro estava ali, e aquentava-se. Disseram-lhe, pois: Não és também tu um dos seus discípulos? Ele negou, e disse: Não sou.E um dos servos do sumo sacerdote, parente daquele a quem Pedro cortara a orelha, disse: Não te vi eu no horto com ele?E Pedro negou outra vez, e logo o galo cantou.” (João 18:25-27)
Interessante observar que hoje a Igreja vive situações quase idênticas às que Jesus viveu no seu ministério.
Pois Ele fez grandes milagres, curas, sinais e maravilhas e ainda assim entre os seus discípulos que Ele mesmo escolhera, estavam Tomé(o que duvidou), Judas(o que o traiu) e Pedro(o que o negou).
E assim também acontece dentro de nossas igrejas, onde muitos membros ou até mesmo obreiros e ministros acabam agindo da mesma forma que estes três Apóstolos.
Muitos como Tomé, são vacilantes na fé, duvidam quando ouvem um testemunho de um irmão e só acreditam quando o milagre acontece com ele mesmo. Duvidam até mesmo das manifestaçãoes do Espírito Santo. Tomé agiu assim quando ouviu o relato dos outros Apóstolos que tinham visto o Senhor Jesus ressurreto.
Outros estão como Judas, que traiu o Senhor entregando-o aos principais dos sarcedotes em troca de 30 moedas de prata.
Alguém pode perguntar, como o cristão pode trair Jesus como fez Judas?

“Que não haja entre nós nenhum sentimento de incredulidade, infelidade e medo”
Ora, o traimos quando praticamos deliberadamente o pecado. Quando trocamos a Sua dependência pela ‘ajuda’ e ‘favores’ humanos. Quando fazemos alianças com o mundo com o pretexto de ajudar até mesmo a Igreja.
Aí acabamos agindo como Judas, ‘negociando’ a graça, a santidade e a ética que Jesus Cristo tanto requer dos que o seguem que estão expressa em toda Bíblia Sagrada.
Por fim, muitos agem como Pedro e constantemente negam a Jesus diante dos homens. Não conseguem defender sua fé em Cristo na escola, no trabalho e entre seus amigos não-cristãos.
Sucumbem às pressões da sociedade, não condenam mais o pecado e não evagelizam para ‘ficarem bem com as pessoas’. Têm receio de expressar a Palavra de Deus publicamente para não criar algum tipo de confronto ou serem rejeitados pelos outros.
É incrível, mas parece que o aconteceu com Tomé, Judas e Pedro persegue os crentes até os dias de hoje. É como se estes sentimentos estivessem enraizados nos nossos corações.
Que o Senhor tenha misericórdia de nós e nos ensine a lutar contra esses sentimentos, para não comentermos estes graves erros dos Apóstolos.
E que não haja entre nós(Igreja de Cristo), nenhum sentimento de incredulidade, infidelidade e medo para anunciar ao mundo a salvação em Cristo Jesus.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: